A Revanche...kkkkk





O amigão


O tipo que todo mundo gosta, é o amigão meio maluco. Você, como outros colegas, tem um professor preferido e que admira tanto pela maneira especial de ensinar quanto de se aproximar dos alunos. E não precisa ser nenhum músico empolgado em ser uma estrela do rock fingindo ser professor, como Dewey Finn, no filme Escola de Rock, para despertar o carinho de seus discípulos.






O Estressado


Este tipo certamente vai aparecer na sua sala de aula, à frente do quadro e pedindo silêncio, mais cedo ou mais tarde. Algo próximo ao famoso professor Girafales (ou professor Linguiça, como Chaves o apelidou), só que sem o clássico "tá tá tá tá tá" que grita quando perde a paciência.


Dá um pouquinho de medo, às vezes, até uma pontinha de raiva, mas a verdade é que os professores que levam essa fama são supercomprometidos com sua tarefa de ensinar e só ficam bravos quando a turma atrapalha.


Normalmente, eles são muito esforçados e quem mais quer que você aprenda direitinho. Por isso, para evitar problemas, basta não perturbá-los enquanto eles tentam cumprir sua função.





O assustador


Pior do que os professores estressados são os que têm cara de mau. Daqueles que fuzilam os alunos com o olhar por qualquer movimento na hora da prova. O que esses educadores querem é respeito e, cá entre nós, é o mínimo que eles merecem.


Não se preocupe, nenhum Sr.Crocker, como do desenho Os Padrinhos Mágicos, vai aparecer na sua classe, distribuindo notas baixas e tentando de tudo para achar seus padrinhos mágicos - mesmo porque, você não tem. Embora, eventualmente, surja alguém de expressão mais séria. Não se assuste e, o mais importante, não o desafie.


A ideia para sobreviver a este tipo de professor é respeitar as regras e deixar a bagunça e a conversa para a hora do intervalo. Se mesmo assim ele pegar no seu pé, aparentemente por nada, converse com seus pais.




O desligado




Alguns professores arrancam risadas dos alunos, seja por serem divertidos ou muito desligados. E os estudantes não são fáceis: se aproveitando da distração constante do mestre para criar situações engraçadas.Sibila Trelawney, a desajeitada professora de Adivinhação de Hogwarts é um bom exemplo.


De tão atrapalhada, ela não inspirou confiança em Harry Potter e muito menos em Hermione, que duvidou da competência dela desde o início. Se alguém com características semelhantes for o responsável por alguma de suas disciplinas, colabore.


Não se mede o conhecimento de ninguém pela personalidade e já que você saiu de casa para ir à escola, que tal aproveitar melhor seu tempo em vez de gastá-lo planejando maneiras de constranger o professor?

Fonte


Quem escreve...

Quem escreve...
Frann Maia-Arte Educadora

Postagens populares

Seguidores

Google+ Followers

Total de visualizações de página

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog